Brave new watercolor world

When coloring my sketches, watercolors are my weapon of choice. Ever since a notorious sketching trip to Istanbul, I adopted watercolor as a portable and practical tool, that would quickly turn my usual black and white sketches into lively eye-candy onsite reportages.

Quando pinto os meus desenhos, a aguarela é a minha escolha de arma. Desde uma viagem de desenho a Istambul, adoptei a aguarela como uma ferramenta prática e portátil, que rapidamente tornava os meus pretos e brancos em reportagens gráficas vívidas e apetecíveis.

Lately, for professional reasons, as well as personal influences, I’m shifting more and more into the world of watercolor. That is, having both drawing and coloring play equal roles in the final result. So, the International Watercolor Festival jointly organized by AAPOR and IWS in Torres Vedras was a must visit, if only for one day! The festival featured an exhibition of works by international heavyweight artists like Amit Kapoor or Eleanor Hill, but also Portuguese masters like António Bártolo. There were also demos from the pros and art supplies kiosks.

Ultimamente, por razões profissionais e influências pessoais, estou cada vez mais a entrar no mundo da aguarela. Isto é, a ter o desenho e a cor a desempenhar papéis iguais no resultado final. Assim, o Festival Internacional de Aguarela, organizado em conjunto pela AAPOR e pela IWS em Torres Vedras era obrigatória, mesmo que só por um dia! O festival apresentava uma exposição de obras de pesos-pesados internacionais como Amit Kapoor ou Eleanor Hill, mas também mestres Portugueses como António Bártolo. Também havia demonstrações dos prós e quiosques com material de arte para testar e comprar.

In the late morning, Irina, the Winsor & Newton sales rep in the festival gave a few of us the chance to test, among other materials, a ridiculously thick paper (640g) we decided to dub “Pladur”, after the popular drywall Spanish brand. Its coarse grain is all but incredible to use, but the extra thickness is a feature that I’m still not ready to take advantage of.

Ao final da manhã, a Irina, representante da Winsor & Newton no festival, deu a alguns de nós a oportunidade de testar, entre outros materiais, um papel ridiculamente espesso (640g) que nós decidimos baptizar de “Pladur”, a partir da popular marca Espanhola de gesso cartonado. O grão grosso do papel era apenas incrível de usar, mas a espessura extra é uma característica que ainda não me sinto preparado para tirar partido.

Oeste Sketchers set a sketch meeting for the same day, so I was happy to have a crowd of fellow sketchers to relax, sketch, eat and drink beer with.

Os Oeste Sketchers marcaram encontro no mesmo dia. Foi bom ter companhia de malta do desenho com quem relaxar, desenhar, comer e beber cerveja.

The Zambujal stories

161218-torres-vedras-01

The exhibition in Museu Leonel Trindade about the Castro do Zambujal, was the perfect excuse to visit the city of Torres Vedras, last December. It had been years since the last time I was there, and there’s a lot of talented sketchers and watercolorists in the region, worth getting to know. I couldn’t imagine a better way to spend a slow Saturday on the weekend before Christmas.

A exposição no Museu Leonel Trindade sobre o Castro do Zambujal foi a desculpa perfeita para finalmente visitar Torres Vedras, em Dezembro. Passaram-se anos deste a última vez que lá tinha estado, e há na região vários desenhadores e aguarelistas de grande talento que há muito queria conhecer e conviver. Não imagino maneira melhor de passar um pacato sábado no fim-de-semana antes do Natal.

161218-torres-vedras-04

The museum is based in the former Graça convent, and the exhibition within showed the progress in the archaeological excavations of the nearby Castro do Zambujal, of the Iberian Castro culture (not to be confused with the Caribbean Castro culture). Soon enough, the sun and warm weather had everyone getting outside. The cloister was warm, peaceful and quiet enough for about a dozen sketchers to be sitting around, silent and contemplative.

O museu localiza-se no Convento da Graça, e a exposição mostrava o progresso das escavações arqueológicas do Castro do Zambujal próximo, um sítio da Cultura Ibérica dos Castros (não confundir com a Cultura Caribenha de Castro). Pouco tempo passou até que todos os desenhadores viessem para o exterior, para o sol e o calor do princípio de tarde. O claustro estava quente, pacífico e calmo o suficiente para que uma dúzia de desenhadores estivessem espalhados pelo local, contemplativos e em silêncio.

161218-torres-vedras-05

By the end of the afternoon, when the sun started to set and the cold breeze threatened to blow, André Duarte Baptista called it a day and held the final “secret santa” sketch raffle. Everybody had been asked to do a sketch in an individual sheet. I had been sketching in the town’s streets beside Pedro Alves. The sketches were raffled and, whad’ya know: I got Pedro’s sketch! That’s pretty much like getting the first prize!

No fim de tarde, quando o sol se começava a por e a brisa fresca ameaçava soprar, o André Duarte Baptista deu por terminado o encontro e organizou o sorteio do “pai natal secreto”. Foi pedido a todos que fizessem um desenho numa folha individual. Eu tinha estado a desenhar nas ruas do centro da cidade ao lado do Pedro Alves. Os desenhos foram sorteados e, vá-se lá saber: ganhei o desenho do Pedro! É mais ou menos como levar o primeiro prémio para casa!

161218-pa-torres-vedras