O Rossio

160913-rossio

There are many words for square in the Portuguese language, each with a specific meaning, or maybe not so much  – praça, largo, terreiro, adro… It so happens that rossio is just another one, as there are several rossios around the country, but there is one which people simply call Rossio. It has another name, an official one, but nobody ever uses it. It’s one of the main squares in Lisboa, and it has had its ups and downs during its history. From there you can spot some of the highlights of the city, including the Carmo convent ruins, which Roque Gameiro decided to focus on. It looms over the hill, a gothic remnant presiding over enlightning-era buildings.

(to be continued)

Na língua Portuguesa há muitas palavras para um alargamento urbano entre edifícios, cada um com o seu significado específico, ou talvez nem por isso – praça, largo, terreiro, adro… Acontece que “rossio” é apenas mais uma, já que existem vários rossios pelo país fora. Mas há um que as pessoas chamam simplesmente de “Rossio”. Tem outro nome, um nome oficial, mas ninguém o usa. É uma das principais praças de Lisboa, já teve os seus altos e baixos durante a sua história. De lá, conseguem-se ver alguns dos pontos fortes da cidade, incluindo as ruínas do convento do Carmo, onde Roque Gameiro se decidiu focar na sua gravura.

(continua)

O Rossio by / por Roque Gameiro