Casteldilago, Umbria

In our first international gig as the Wedding Sketchers, Teresa, António and I, got to travel to Umbria, in central Italy, to sketch for Let’s Amore – a team of Italian wedding planners based in Lisboa.

High upon a rocky hill, the narrow streets of the village of Casteldilago, sheltered us from the harsh sun, yet, punished us with its steepness. The streets intertwined in organic patios, tunnels, and even backyards of residents.

We had one full day before the wedding to rest a bit, and get in the sketching mood, and that we did! The green valley below us, and the blue mountains in the far north were begging for attention, while the walk up and down the many stairways offered dozens of juicy viewpoints.

When the wedding day came, we were rested and ready for some sketching action!

No nosso primeiro trabalho internacional como Wedding Sketchers, a Teresa, o António e eu, viajámos até à Umbria, na Itália central, a pedido da Let’s Amore – uma equipa Italiana de organizadores de casamentos, com base em Lisboa.

No alto de uma colina rochosa, as ruas estreitas da aldeia de Casteldilago abrigavam-nos nas suas sombras, mas castigavam-nos com a sua ingremidade. As ruas emaranham-se organicamente com pátios, túneis e até jardins privados dos residentes.

Tivemos um dia inteiro antes do casamento para viajar até ao local, descansar um pouco, e entrar no modo de desenho, e foi o que fizemos! O vale verde aos nossos pés, as montanhas azuis ao norte ansiavam por atenção, enquanto que as caminhadas pelas várias escadarias da aldeia ofereciam dezenas de vistas apetecíveis.

Quando chegou o grande dia, já estavamos descansados e a postos para a reportagem!

Grotesque people and places

There’s something about misshapen sketches that attracts and amuses the eye – take gothic gargoyles and modern caricatures, a child’s ginger bread house or the latest Frank Gehry’s design – grotesque portraits and architecture sketches, when done with care, are fun to make and to look at.

Now, it might just be that I’m taller than the average, or that I’m sitting too close to them, but more often than not, I tend to turn people into bobblehead dolls in my sketches. It might also happen in sketches that start out from the most preeminent features of people, with little paper surface to spare for the remainder of their figures.

António Procópio and I are going to teach some basics of misshaping architecture and people, in an all-day workshop in Portimão, on the 24th of March.

Há algo nos desenhos deformados que é um gozo para os olhos – vejam-se, por exemplo, as gárgulas góticas e as caricaturas modernas, a casa de bolachas de uma criança e uma obra do Frank Gehry – retratos grotescos e desenhos de arquitectura, quando feitos com destreza, são giros de se ver e de se fazer.

Pode ser por ser mais alto que a média, ou por desenhar sentado muito perto das pessoas, mas tenho a tendência para tornar as pessoas em bonecos cabeçudos nos meus desenhos. Pode também acontecer que começo os desenhos pelas características mais proeminentes das pessoas, e depois vejo-me com pouco papel para o resto da cabeça ou do corpo.

O António Procópio e eu vamos ensinar algumas das bases de como deformar arquitectura e pessoas, numa oficina de dia inteiro em Portimão, no dia 24 de Março.

Traço 17 – Festival de Desenho do Alentejo

For the second year, the cultural non-profit AIAR, ADC and the Raia Urban Sketchers chapter, held Traço 17 – the Alentejo Drawing Festival, in the imposing Graça fortress, overlooking Elvas.

Pelo segundo ano consecutivo, a Associação AIAR, ADC e os Urban Sketchers da Raia, hospedaram o Traço 17 – Festival de Desenho do Alentejo, no imponente Forte da Graça, com Elvas à vista.


The program was filled with lectures, presentations, workshops and exhibitions by authors from areas ranging from architecture to design, from animation to comics. Urban sketching had a major role in the Festival, with sketch meetings happening throughout the weekend. Saturday, the 14th of October, was the busiest day, with guest sketchers coming from Belgium, France and Spain, and Portugal, of course.

O programa esteve repleto de palestras, apresentações, oficinas e exposições de autores vindos de áreas desde a arquitectura ao design, da animação à banda desenhada. O urban sketching teve um papel fundamental no Festival, com encontros de desenho a acontecer ao longo do fim-de-semana. O sábado, 14 de Outubro, foi o dia mais concorrido, com desenhadores convidados oriundos da Bélgica, de França, da Espanha e de Portugal, claro.


Closing the day, the organizing committee held a barbecue by the poolside in the patio of the hostel where the guests were lodged. Arguably, the best thing about this festival is its potential to put together so many people from different walks of life, all connected by the lines of drawing.

Para fechar o dia em grande, o comité organizador preparou um churrasco à beira da piscina, no pátio do hostel onde os convidados estavam alojados. É, provavelmente a melhor parte deste festival, o seu potencial para juntar tantas pessoas de diferentes experiências, todas ligadas pelas linhas do desenho.

Glicínias Plaza architecture illustration

Glicínias Plaza, a shopping mall in the city of Aveiro, is to be expanded and remodeled by Broadway Malyan. Vida Imobiliária heads the story with one of my illustrations.

O Glicínias Plaza, um centro comercial em Aveiro, irá ser ampliado e requalificado pela Broadway Malyan. A Vida Imobiliária arranca o artigo com uma das minhas ilustrações.

Mortágua architecture illustration

Mortágua Municipality had two illustrations commissioned to let its citizens know the ongoing plans for the urban refurbishment of Alameda da Igreja Matriz e Avenida Dr. Assis e Santos public space – a design by Lisboa-based Aresta Arquitectos. This commission was done in partnership with Pedro Alves.

A Câmara Municipal de Mortágua encomendou duas ilustrações para comunicar aos seus cidadãos os planos para a requalificação da Alameda da Igreja Matriz e Avenida Dr. Assis e Santos – um projecto do gabinete Aresta Arquitectos de Lisboa. Esta encomenda foi feita em parceria com Pedro Alves