Lisbon Tango Festival coverage

 

For the second year in a row, the Lisbon Tango Festival team invited Carlos Teixeira, Mónia Abreu, Luís Frasco and myself to sketch during the event.

When sketching dancing couples, you always find yourself shifting back and forth between pose and movement, precise detailing and loose brushing. Portraying tango dancers requires attention to their sharp halts in movement, the twirls of legs and bodies, the grips of the arms and hands and, to make it even more challenging, to particular emotions expressed in the couple’s faces.
The atmosphere of the Festival varies a lot, from the relaxed afternoon milongas, where the dancers take turns in getting to know each other’s styles and embraces, to the mesmerizing maestro’s shows on the timber stage of the ballroom in Voz do Operário. There’s always a different mood to sketch, and it shows in the results. Some were movement representations, other were faithful portraits, other still were color theory experiments with temperatures, contrasts and harmonies. In any case, tango dancers undoubtedly lend themselves to more sensuous and visceral sketches than other subjects.Pelo segundo ano consecutivo, a organização do Lisbon Tango Festival convidou os desenhadores Carlos Teixeira, Mónia Abreu, Luís Frasco e eu próprio, para desenhar durante o evento.Ao desenhar pares de dançarinos, estamos sempre a oscilar entre pose e movimento, detalhes precisos e pinceladas soltas. Retratar dançarinos de tango requer atenção aos seus sobressaltos de movimento, aos rodopios de pernas e corpos, aos apertos de braços e mãos, e como se não bastasse, a emoções particulares expressas nas faces dos pares.A atmosfera do Festival varia ao longo dos dias, da descontracção das milongas da tarde, onde os dançarinos revezam-se na pista a conhecerem-se nos estilos e abraços, aos hipnóticos espectáculos dos maestros no palco de madeira do salão da Voz do Operário. Há sempre um ambiente diferente para desenhar, e os resultados reflectem essa variação. Alguns são representações de movimento, outros são retratos fieis e minuciosos, outros ainda são experiências de teoria de cor com temperaturas, contrastes e harmonias. Em todo o caso, não há dúvida que os dançarinos de tango prestam-se a desenhos mais sensuais e viscerais que outros temas.