Evening and dawn in Campanhã

160916-campanha

Late, tired and a work’s week on the shoulders – yet our arrival in Porto had to be celebrated! With a fino! Dare ask for an imperial in the north, and you’ll get sent packing across the Arrábida bridge, with a warm northern smile, of course! A late night snack bar in Campanhã gave us the comfort we needed before getting to bed at a nearby inn.

Atrasados, cansados e com uma semana de trabalho sobre os ombros – mas a nossa chegada ao Porto tinha de ser celebrada! Com um fino! Atrevam-se a pedir uma imperial no norte e arrisquem-se a ser mandados para sul pela ponte da Arrábida, com um caloroso sorriso nortenho, claro! Um snack bar noturno em Campanhã ofereceu-nos o conforto de que precisavamos, antes de uma noite de sono numa pensão próxima.

160917-campanha

We didn’t have to go far to enjoy an early breakfast, and to take a proper daylight gaze at the Campanhã train station and its surroundings. The square is surrounded by several types of architecture, from the tight vernacular plots in the western elevation, the Nos impersonal glass-and-metal office building, the granite mass of Souto Moura’s subway station, to the late 19th century train station building itself, all washed by a bright sweeping nordic sunlight.

Não tivemos que ir longe para disfrutar um pequeno-almoço madrugador, e para uma contemplação diurna à Estação da Campanhã e da sua envolvente. O largo da estação está cercado por tipos muito diversos de arquitectura, desde os lotes vernaculares da frente poente, ao impessoal edifício de vidro e metal da Nos, ao maciço granítico da estação de Metro de Souto Moura, até ao próprio edifício da estação de caminhos de ferro, tudo varrido por uma luz do sol rasante, brilhante e nórdica.

Author: Pedro Loureiro

I was born on the southwestern-most tip of Europe, in Lagos, Portugal. A childhood of legos and sandcastles led me to architecture school, but an adolescence of doodling drove me to sketching and later to illustration. I like to sketch, to travel and to chop vegetables into tiny manageable bits. I also like maps. The older the better!

Leave a Reply

Your email address will not be published.